Após pressão da imprensa, Jalser Renier aparece e se apresenta à Justiça

Jalser Renier resolveu aparecer após várias tentativas da Justiça em citá-lo no processo do Caso Romano dos Anjos. Isso ocorreu após forte pressão da imprensa que cobra justiça e pede a prisão do acusado de ser o mandante do sequestro e tortura do jornalista da TV Imperial (afiliada da RecordTV).

Acompanhado de seu advogado, Renier se apresentou à 1ª Vara Criminal, localizada no bairro Caranã, nesta terça-feira, 19. Na ocasião ele recebeu a cópia da denúncia para, na sequencia, apresentação resposta à acusação.

O ex-deputado estadual não era encontrado pelos oficiais de Justiça e por esse motivo o Ministério Público de Roraima (MPRR) pediu a prisão dele na semana passada. Segundo o órgão existe o risco de Jalser manter contato com testemunhas e investigados no crime. Além disso, ele precisa ser notificado e apresentar defesa junto à Justiça para que os ritos do processo sejam respeitados.

Dos 11 acusados, nove estão presos e dois livres. O ex-presidente da ALE/RR Jalser Renier e o policial militar Bruno Inforzato foram soltos e já respondem pelos crimes em liberdade. Os demais continuam detidos tentando a liberdade a todo custo.

Continuam detidos o Coronel Moisés Granjeiro de Carvalho; Coronel Natanael Felipe de Oliveira Júnior; Tenente Coronel Paulo Cezar de Lima Gomes; Major Vilson Carlos Pereira de Araújo; Sub. Ten. Clóvis Romero Magalhães Souza, Sub. Ten. Nadson José Carvalho Nunes, Sargento Gregory Brashe Júnio e Soldado Thiago de Oliveira Cavalcante, além do ex-servidor Luciano Benedicto Valério.

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Isso vai fechar em 20 segundos