Hospital da Criança Santo Antônio completa 23 anos de atendimento à saúde infantil

A unidade atende crianças dos 15 municípios do estado, imigrantes e as comunidades indígenas, além de pacientes de hospitais particulares de Boa Vista

Por: Redação | Foto: Arquivo/Semuc


Neste mês de agosto, o Hospital da Criança Santo Antônio (HCSA), única unidade de saúde infantil de média e alta complexidade de Roraima, completa mais um aniversário prestando assistência às crianças de todos os municípios de Roraima, Amazonas e de países vizinhos. São 23 anos cuidando da saúde das crianças com idade a partir dos 29 dias de vida até 12 anos.

Além de atender crianças dos 15 municípios do estado, imigrantes e as comunidades indígenas, o HCSA ainda recebe pacientes de hospitais particulares de Boa Vista. Nos primeiros sete meses deste ano, a unidade registrou 113.847 atendimentos, entre emergência, ambulatório e internações.

“Nos últimos anos, nossa realidade mudou muito, com aumento da demanda devido a imigração venezuelana e a crise sanitária Yanomami. Mas temos trabalhado para continuar oferecendo uma saúde de qualidade para nossas crianças, ampliando nossas estruturas e o acesso aos serviços, investindo nos servidores, contratando profissionais e, com o apoio do Ministério da Saúde, fortalecendo o SUS”, disse a secretária municipal de saúde, Regiane Matos, afirma sobre a complexidade nos atendimentos do Hospital da Criança.

Nos últimos anos, a população de Boa Vista aumentou expressivamente. Conforme dados do Censo Demográfico 2022, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), somente na capital, atualmente residem 413.486 habitantes, enquanto em 2010, a cidade contabilizava 284.313 moradores. A população de todo o estado de Roraima é de 636.303 pessoas, ou seja, houve um aumento populacional de quase 42%.

“Cuidar das pessoas com responsabilidade, planejamento e transparência é um compromisso da Prefeitura de Boa Vista. Mesmo diante desta alta demanda, temos investido na ampliação da unidade. Contratamos 107 novos profissionais de diversas especialidades, adquirimos equipamentos de ponta e seguimos melhorando a qualidade dos serviços oferecidos. Tudo para garantir às nossas crianças atendimentos de qualidade”, ressaltou também o prefeito Arthur Henrique.

Construído nos anos 2000, ao longo dos anos, o HCSA recebeu premiações, como a ‘Certificação de Ouro’, selo de qualidade dos serviços e redução significativa de infecção hospitalar e importantes ações de melhorias, como reformas, aquisição de equipamentos e ampliação de blocos. Atualmente, a unidade dispõe de 32 especialidades médicas no atendimento ao público infantil. Neste ano, o setor do Trauma passou por obras de adequação e teve a capacidade de leitos dobrada.

Investimentos no HCSA

NOVOS PROFISSIONAIS – Recentemente, a Prefeitura de Boa Vista fortaleceu os atendimentos na unidade com a contratação de 107 novos profissionais de diversas especialidades, por meio de seletivo. Passaram a compor o quadro do HCSA, clínicos gerais, cirurgiões dentistas, enfermeiros, técnicos de enfermagem, técnicos em imobilização ortopédica e fisioterapeutas.

UTI – Logo após, foi a vez da Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica (UTI-P) passar por obras de ampliação no número de leitos de alta complexidade para atendimento. Medida adotada para desafogar a demanda do Hospital da Criança. No início do ano, a gestão municipal também implantou o Serviço de Atendimento Ambulatorial Infantil, núcleo anexo ao hospital, responsável por receber casos leves.

NARFIS – Para atender crianças com fissura labiopalatina, no lábio e palato [céu da boca], a Prefeitura de Boa Vista implantou em janeiro de 2021, o Núcleo de Reabilitação da Criança Portadora de Fissura Labiopalatina (NARFIS), no Hospital da Criança. Além da estrutura do setor, a gestão investiu na capacitação dos profissionais responsáveis pelos procedimentos cirúrgicos, clínicos e reabilitadores registrados toda semana.

Desde junho de 2022, a Prefeitura de Boa Vista assegurou o serviço de odontopediatria, com cirurgiões-dentistas e técnicos em saúde bucal, compondo a equipe multiprofissional da UTI pediátrica, diariamente, em regime de plantão diurno.

CLASSE HOSPITALAR – Além dos cuidados com a saúde, crianças internadas na unidade, em idade escolar recebem, ainda, acompanhamento com pedagogas para manter as atividades escolares em dia. Os pacientes têm aula, com o auxílio de três profissionais cedidas pela Secretária Municipal de Educação (SMEC), na Classe Hospitalar, fundada em 2007 dentro da unidade de saúde.

Os ambientes do HCSA têm pinturas e imagens com referências infantis e lúdicas que buscam tornar a passagem ou a estadia na unidade mais humanizada. Com estrutura moderna, equipamentos novos de última geração e qualificação dos profissionais, o hospital faz a diferença para continuar como referência em atendimentos pediátricos de média e alta complexidade.

Com apoio do Ministério da Saúde, a Prefeitura de Boa Vista também está investindo no aprimoramento dos processos e fluxos de trabalho dos diversos serviços do HCSA, através de assessoria do PROADI-SUS com o Hospital Alemão Osvaldo Cruz.

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Isso vai fechar em 20 segundos