Alunos do CCTI são premiados na Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR)

Equipe de elite da prefeitura conquistou excelentes pontuações nos desafios práticos da competição

Por: Semuc | Foto: Diane Sampaio


Neste sábado, 5, no ginásio da escola do SESI, 16 alunos que integram a “I, Robot, equipe de elite do Centro de Ciência, Tecnologia e Inovação (CCTI), participaram da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR) – modalidade prática presencial. Eles se destacaram, mostrando talento e conhecimento técnico, resultando em ótimas pontuações.

Os competidores do CCTI participaram nas seguintes categorias: Nível 1 (para alunos do 1° ao 8ª ano do ensino fundamental) e Nível 2 (alunos do 8° ao 9° ano do ensino fundamental, ensino médio, técnico ou equivalente). A equipe “I, Robot” conquistou o segundo e o terceiro lugar na categoria Nível 1.

Em aproximadamente 30 dias, os alunos montaram e programaram um robô para executar as missões do torneio, que se baseia em um ambiente hostil e extremamente perigoso para o ser humano. A ideia é que o robô consiga resgatar as vítimas sem intervenção humana. Para o secretário municipal de Tecnologia e Inclusão Digital, Antônio Celso, a equipe brilhou bastante no evento.

“Foi sensacional. Conseguimos um lugar ainda melhor do que no ano passado. E ainda recebemos uma premiação linda de honra ao mérito. E isso é o belo da competição: o incentivo ao trabalho em equipe e à responsabilidade de querer realizar as coisas”, afirmou.

Ane Letícia, de 11 anos, participou pela primeira vez e a sua meta agora é continuar se aperfeiçoando. “Fazer parte do CCTI é muito bom para o nosso desenvolvimento e até para fazer amizades. Pretendo continuar e, quando crescer, quero trabalhar na área da robótica”, afirmou.

ALUNA HOMENAGEADA – Emanuella Santana, de 12 anos, foi homenageada com uma medalha de honra. A aluna não pôde competir, pois a parceira de dupla adoeceu. Mesmo assim, ela demonstrou toda a sua paixão pela robótica, participando de toda a competição. “Tenho orgulho de programar. Quando faço isso, me sinto melhor. Meu robô torna as coisas melhores e eu fico feliz,” disse.

SOBRE A EQUIPE – A equipe “I, Robot” é composta por alunos em destaque que participaram do Curso de Robótica Educacional do CCTI. A ideia é desenvolver, aprofundar e compartilhar estudos, permitindo o aperfeiçoamento avançado sobre a temática. A equipe acumula uma série de títulos e premiações resultantes de participações em torneios e competições locais, estaduais e nacionais.

Desenvolvido desde 2016 no CCTI, o curso já beneficiou mais de 1.500 crianças com idades entre 7 e 11 anos. Os alunos têm acesso a conhecimentos de robótica, incluindo ciências exatas, programação de sensores e motores do robô, lógica computacional, entre outros. A Robótica Educacional chegou às escolas municipais em 2018 como forma de auxiliar o aprendizado. A capital é pioneira nesse segmento em Roraima, implementando essa modalidade de ensino também nas áreas rurais e indígenas.

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Isso vai fechar em 20 segundos