Arthur Henrique destaca ações em parceria com TJ e reforça compromisso na posse da nova gestão

A eleição aconteceu de forma virtual em dezembro de 2022, com a participação de 50 magistrados

Por: assessoria | Foto: ascom


Na cerimônia de posse do desembargador Jésus Nascimento como novo presidente do Tribunal de Justiça de Roraima (TJRR), realizada na tarde desta segunda-feira, 6, o prefeito de Boa Vista, Arthur Henrique, destacou ações importantes realizadas pelo município em parceria com o Tribunal nos últimos dois anos e se colocou à disposição para que as ações sociais continuem sendo realizadas e que novas possam acontecer.

“Fomos grandes parceiros nesses dois anos, desenvolvemos trabalhos importantíssimos aqui em Boa Vista, trabalhos com as escolas municipais como o projeto Maria Vai à Escola, que já atendeu mais de 3 mil crianças com ações de cidadania, no programa Primeiros Passos em atendimento às crianças em idade de creche aqui no Tribunal de Justiça e também a Patrulha Maria da Penha, que garante o acompanhamento de medidas protetivas”, lembrou.

Ao longo do discurso, o prefeito Arthur Henrique se colocou à disposição para continuar o desenvolvimento de projetos em parceria com o Tribunal de Justiça. “Tenho certeza que o desembargador Jésus também vai fazer um trabalho muito importante pela capacidade, competência, caráter e humildade. Não tenho a menor dúvida que o desembargador e presidente do Tribunal de Justiça vai fazer um grande trabalho e desejo a Deus que lhe capacite cada vez mais para fazer um grande trabalho e quero colocar a prefeitura como parceira do tribunal pelos próximos anos”, finalizou.

A nova Cúpula Diretiva do Tribunal de Justiça de Roraima toma posse para o biênio 2023/2025, tendo como presidente o desembargador Jésus Nascimento, que assume no lugar do desembargador Cristóvão Suter. Além disso, o desembargador Ricardo Oliveira assume como vice-presidente.

O desembargador Mozarildo Cavalcante assume o cargo de corregedor-geral de Justiça, Eric Linhares como ouvidor-geral de Justiça e o desembargador Cristóvão Suter ficará no cargo de diretor da Escola do Poder Judiciário.

A eleição aconteceu de forma virtual em dezembro de 2022, com a participação de 50 magistrados.

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Isso vai fechar em 20 segundos