Governo de RR pagará R$1,6 milhões para entregar cestas básicas aos ribeirinhos

Faltam quatro meses para as Eleições mas o Governo de Roraima segue fazendo um planejamento logístico para tentar ludibriar a população entregando cestas básicas. A Secretaria de Trabalho e Bem-Estar Social (Setrabes) assinou recentemente um contrato no valor de R$1,6 milhão para a contratação de embarcações para entregar alimentos aos ribeirinhos no baixo rio Branco.

A empresa que venceu o certame e prestará o serviço é a Anauá Embarcações Fish Pesca Esportiva. Ela terá que fornecer 100 barcos, 100 balsas e 100 lanchas rápidas, além de rebocadores.

A justificativa do governo é que o contrato contempla a entrega de cestas e ações nas comunidades de difícil acesso. O contrato tem validade de 12 meses. Ou seja, caso Denarium não seja reeleito, o próximo gestor terá que arcar com a despesas até 2023.

CALAMIDADE
Após Denarium pedir aos deputados estaduais, a Assembleia Legislativa aprovou a prorrogação do Estado de Calamidade Pública devido à COVID-19, mesmo com números baixos, leitos vazios e com a pandemia controlada. Isso permitiu que o Governo de Roraima comprasse sem licitação e sem os processos de fiscalização normais por parte dos órgãos fiscalizadores.

DECISÃO
Mas acontece que na sequencia a Justiça derrubou o decreto e, mesmo assim, o Governo de Roraima seguiu com vários processos de compras como de cestas básicas e cartões para realização de recargas de R$200 em período eleitoral, o que é vedado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Agora, o eleitor terá que avaliar o que quer para os próximos anos. Um Estado promissor e com oportunidades ou apenas cestas básicas em ano eleitoral? Dia 2 de outubro os eleitores terão a chance de escolherem o futuro de Roraima.

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Isso vai fechar em 20 segundos