Ação de jornalista contra Denarium e secretário da Fazenda poderá complicar vida de prefeitos do interior

Por essa o governador de Roraima não esperava. Nesta quinta-feira, 28, o jornalista da TV Imperial e Rádio 93 FM Bruno Perez ingressou com uma ação contra Antônio Denarium (PP) e o Secretário Estadual da Fazenda Manoel Sueide Freitas após repasse do Governo de Roraima de R$69,8 milhões para 12 prefeituras de interior por meio de um decreto e não por meio de uma Lei específica.

O processo pede que a Defesa Civil Estadual do Corpo de Bombeiros administre o dinheiro com a supervisão do Ministério Público de Roraima (MPRR) e o Ministério Público Eleitoral (MPE). Além disso, a ação pede que todos os prefeitos prestem contas dos valores com o detalhamento das despesas e informações das pessoas afetadas.

Para o jornalista, a meta é dar transparência aos processos com o dinheiro público. Ele destaca que é inaceitável os prefeitos receberem quase R$70 milhões sem prestar contas com a discriminação de despesas.

“Não quero que parem de gastar o dinheiro, afinal a população precisa e muito. O que não pode acontecer é isso que está sendo relatado na ação. As prefeituras não justificam as necessidades com dados e informações reais. As explicações são genéricas. Esse é nosso”, indagou Bruno Perez.

Na teoria, o dinheiro seria usado para aluguel de caminhonetes, compra de combustível, manutenção de vicinais e pontes e compra de milhares de cestas básicas. Agora, a Justiça, Ministério Público de Roraima e Eleitoral e Controladoria Geral da União (CGU) poderão ouvir testemunhas e investigar a ação dos prefeitos. É que existe a suspeita de sobreposição de verbas do Incra e do Governo que teriam sido usadas nos mesmos locais.

Com a palavra os órgãos fiscalizadores e a Justiça.

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Isso vai fechar em 20 segundos