Escolas de Boa Vista estão prontas e equipadas para um retorno seguro às aulas

Todas as escolas do município estão munidas de equipamentos de proteção contra a covid-19

Por Wandilson Prata | Foto: Andrezza Mariot

A Prefeitura de Boa Vista finalizou os últimos ajustes para o início das aulas do Ano Letivo 2022, que se inicia nesta segunda-feira, dia 7. Com ensino 100% presencial, a proposta é que o retorno dos mais de 45 mil alunos matriculados aconteça de modo seguro, seguindo todos os protocolos de segurança sanitária contra a covid-19 e outras síndromes gripais.

Todas as escolas do município estão munidas de equipamentos de proteção contra a covid-19, como máscaras, totens com álcool em gel e aferidor de temperatura. Todos os servidores receberam orientações necessárias a respeito dos protocolos sanitários e estão preparados para receber os alunos com toda a segurança.

De acordo com o prefeito Arthur Henrique, todo esse cuidado tem o objetivo de garantir que os alunos de Boa Vista sigam com os estudos de modo que não sejam prejudicados. Por isso, todos as medidas de segurança serão empregadas, como vem acontecendo desde a reabertura das escolas, no ano passado.

“Eu quero deixar um recado aos pais e responsáveis. Tenham a certeza de que a prefeitura tomou todas as medidas necessárias nas escolas para esse retorno. Assim como aconteceu no ano passado, vai acontecer este ano de forma segura pra que a gente consiga oferecer o que temos de melhor, que é uma educação de qualidade pra essas crianças”, afirmou.

A secretária municipal de Educação, Maria Consuêlo Sales, destacou que o retorno ao ensino presencial não é exclusividade de Boa Vista, sendo medida tomada por outras 20 capitais. “Esse é um grande desafio nesse momento. Mas todas as medidas necessárias, a prefeitura tem tomado, assim como a SMEC, pra que de uma forma muito segura, a gente consiga fazer esse trabalho e resgatar esse aprendizado das crianças que foi tão prejudicado na pandemia”.

Para a gestora da Escola Municipal Newton Tavares, Adonis Rosalídia, todos os servidores da unidade de ensino estão prontos para o retorno das aulas e dispostos a seguir todos os requisitos definidos pelos protocolos sanitários contra a Covid-19.

“Todas as medidas de segurança serão adotadas, desde a entrada até os ambientes de convivência, salas de aulas, até a saída dos alunos, seguindo o distanciamento e utilizado todos os materiais de proteção”, destacou a gestora.

Medidas tomadas

O protocolo sanitário foi finalizado nesta sexta-feira, 4, durante reunião com gestores escolares. Entre as medidas definidas, nesse primeiro momento, as escolas não irão exigir o comprovante de vacinação das crianças. O horário de intervalo das aulas será definido pela gestão de cada escola, a qual poderá dividir em até 5 intervalos, de forma escalonada, com o intuito de evitar aglomerações e o encontro de muitas crianças no mesmo horário.

Além disso, cada escola poderá notificar casos suspeitos de covid-19 diretamente ao Comitê Central da Secretaria Municipal de Educação (Smec), que tomará as devidas providências junto à Vigilância Sanitária do Município. Vale ressaltar que o período de isolamento para os casos suspeitos passou de 14 para 10 dias, a partir da data do início dos sintomas.

A qualquer sintoma de Covid-19 ou sinais gripais da criança ou de algum parente, os pais ou responsáveis não devem levar a criança para a escola. Então, se a criança acordou com febre, tosse ou alguns sintomas de gripe, a orientação é ficar em casa e ser acompanhada por uma equipe médica. O mesmo vale para os servidores.

Comitê

Assim como a SMEC tem um Comitê Central, cada escola tem seu comitê interno de Covid-19, com representante de gestores, servidores, que serão responsáveis por acompanhar o andamento de todo o trabalho dentro da escola, no que diz respeito ao cumprimento do protocolo sanitário.

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Isso vai fechar em 20 segundos