Estrada da Guiana vai gerar empregos em Roraima após conclusão de pavimentação

Além de garantir o escoamento da produção de Roraima, permitindo que chegue a mercados internacionais, a estrada também vai possibilitar internet de qualidade para o Estado

Pouco mais de 580 km separam Roraima de Georgetown, a capital da Guiana. Mas, a estrada da Guiana, que poderia ser a porta de saída para a produção local, ainda não tem asfalto. E a conclusão da estrada da Guiana é uma das principais propostas de Romero Jucá para ajudar com a geração de empregos e renda no Estado. Além de contribuir com a economia, a estrada também é o caminho para Roraima ter uma internet de qualidade.

Conforme o candidato ao senado Romero Jucá, o Estado tem que retomar as conversas diplomáticas com o país vizinho. “A estrada da Guiana é o caminho mais curto para que os produtos locais cheguem a outros países. Outra vantagem é que o país vizinho tem um porto à beira do Oceano Atlântico. Então, isso amplia as chances da produção local chegar a novos mercados consumidores, como o do Caribe, dos Estados Unidos e da Europa”.

Desta forma, para Romero Jucá, a necessidade é mudar a logística da produção local. “Hoje, a maior parte do que o Estado exporta sai via Manaus. Porém, a cidade fica a 750 km de distância de Boa Vista. Por outro lado, a Guiana é mais perto. E lá falta só concluir 584 km de estrada”. 

Estrada da Guiana: o caminho da internet de qualidade

A Guiana cresceu economicamente após a descoberta de novas jazidas de petróleo e gás natural. Dessa forma, o Produto Interno Bruto (PIB) do país subiu mais de 40%, conforme o Banco Mundial. 

Além disso, o Brasil importou US $313 milhões de petróleo de janeiro a julho deste ano. Do mesmo modo, a exportação de produtos brasileiros para o vizinho cresceu no ano passado cerca de 170%, chegando a marca de US$ 111,7 milhões.

Além do mais, outra proposta de Romero Jucá passa pela Guiana: solucionar o problema da internet em Roraima. “O melhor caminho para melhorar a internet em Roraima é trazer o cabo de fibra óptica via Guiana. É muito mais perto e acessível, portanto, do que fazer essa ligação pelo Amapá”.

Romero Jucá já tratou com alguns dos presidentes do país vizinho sobre a estrada da Guiana. Ele ainda viabilizou a construção da ponte sobre o Rio Tacutu e ajudou a criar a Área de Livre Comércio de Boa Vista e Bonfim e a ZPE. 

No município de Bonfim, por exemplo, ele também trouxe recursos para criar a infraestrutura da ALC. Apesar desses avanços, Romero Jucá, lembra que nos últimos quatro anos, não houve um esforço por parte do Governo do Estado para concluir a estrada da Guiana.

“Eu fiz questão de tratar pessoalmente com os presidentes da Guiana, porque eu acredito que a estrada da Guiana é o melhor caminho para o desenvolvimento de Roraima. Por isso, voltando ao Senado, eu vou trabalhar para concluir esse projeto que vai gerar empregos e renda em todo o nosso Estado”.

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Isso vai fechar em 20 segundos