Falta do cinto de segurança é a infração mais cometida em Roraima

Por: Redação | Foto: Divulgação


O Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima), dirigir sem utilizar o cinto de segurança continua sendo a infração de trânsito mais cometida em Roraima desde o início de 2023. Em nove meses – de janeiro a setembro, houve registro de 6.718 autuações pelo não uso do dispositivo de segurança, de acordo com dados levantados pelo órgão.

Vale ressaltar que o cinto de segurança é obrigatório para motoristas e passageiros em todo o território nacional desde 1997 , conforme o artigo 167 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). “Sem cinto de segurança” é tipificada como infração grave. Atualmente, quem comente a infração está sujeito a multa no valor de R$ 195,23 e perda de cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

“Sem o cinto de segurança, o motorista e o passageiro ficam vulneráveis, pois se alguma ocorrência acontecer eles podem ser arremessados para fora do veículo e de acordo com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) a utilização deste equipamento reduz em até 40% os riscos de ferimentos graves e em até 75% o risco de morte, em caso de acidente”, explicou o diretor de segurança no trânsito do Detran-RR, Gueres Mesquita, sobre importância do equipamento.

As multas de trânsito são classificadas de acordo com a gravidade da infração e cada uma delas tem uma penalidade pré-definida, sendo elas:

Leve– multa de R$ 88,38 + 3 pontos na CNH; média – multa de R$ 130,16 + 4 pontos; grave – multa de R$ 195,23 + 5 pontos e gravíssima– multa que começa em R$ 293,47 + 7 pontos.

5 INFRAÇÕES MAIS COMETIDAS (JANEIRO A SETEMBRO 2023)

“Sem Cinto de segurança”- 6.718;

“Veículo sem licenciamento”- 2.655;

“Sem CNH”- 2.105;

“Uso de celular“- 1.755;

“Dirigir sob influência de álcool”- 360.

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Isso vai fechar em 20 segundos