Fecomércio estima que dia das crianças deve movimentar R$ 20,8 milhões em Roraima

Brinquedos estão 20% mais caros. Dos onze itens pesquisados, apenas videogames reduziram os preços

Com informações da Fecomércio-RR | Foto: divulgação

A estimativa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) é que o volume de vendas para o Dia das Crianças em 2022 registre uma movimentação financeira de R$ 20,8 milhões em Roraima.

Segundo o assessor econômico da Fecomércio/RR, Fábio Martinez, em comparação com o ano passado, as vendas no comércio terão uma redução estimada de 2,1%, é a primeira retração para as vendas comemorativas este ano.

“O principal motivo dessa redução deve-se ao aumento nos preços dos bens mais adquiridos nessa data, com destaque para a alta nos brinquedos 20,2% na comparação com o ano passado. Com os preços mais altos, muitos pais terão que reduzir a compra de presentes ou optar por produtos mais em conta que cabem no seu orçamento familiar”, complementa o economista.

Na expectativa da CNC, o preço médio dos bens e serviços relacionados ao Dia das Crianças tende a subir 8,7% neste ano. “O varejo chega à terceira data comemorativa mais importante do seu calendário, atrás apenas do Natal e do Dia das Mães, com a circulação de consumidores já normalizada em relação ao Dia das Crianças anterior à pandemia de covid-19. De qualquer forma, o reajuste dos preços dos produtos mais procurados para a data deve impactar as vendas deste ano”, afirma o presidente da CNC, José Roberto Tadros.

Neste mês, o fluxo de pessoas em áreas comerciais no Brasil foi 5% maior do que em fevereiro de 2020. Às vésperas da mesma data no ano passado, a circulação de consumidores em estabelecimentos comerciais situava-se 6,6% abaixo do período pré-pandemia.

Brinquedos mais caros

Em 2022 teve um reajuste de 20% nos preços dos brinquedos, 17,6% no valor dos tênis e 15% nos sapatos infantis. Dos onze itens avaliados, apenas os videogames estão mais baratos que no ano passado, com uma redução de 1,3%.

O segmento de vestuário e calçados será o destaque na data deste ano, respondendo por 29% do volume projetado, seguido pelo ramo de eletroeletrônicos e brinquedos (27%). Com movimentação esperada, perfumarias e farmácias devem registrar o maior avanço, de 3%, em relação ao ano passado.

Sudeste e sul lideram projeções de vendas

Regionalmente, São Paulo (R$ 2,6 bilhões), Minas Gerais (R$ 826,5 milhões), Rio Grande do Sul (R$ 741,1 milhões) e Rio de Janeiro (R$ 702,7 milhões) deverão responder por quase 60% do total movimentado com o Dia das Crianças em 2022. Entretanto, o maior avanço regional em relação à data de 2021 é esperado no Espírito Santo, com alta de 5,6%.

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Isso vai fechar em 20 segundos