Feira de Rua da Toca da Bruxa é atração cultural para boa-vistenses aos domingos

O evento conta com o apoio do Sebrae Roraima que cede as barracas para os expositores

Por Sebrae Roraima | Foto: divulgação

Todos os domingos, a partir das 17 horas, a avenida Benjamin Constant, no Centro de Boa Vista, vira palco da Feira de Rua da Toca, uma feira idealizada pelo coletivo de artes Toca da Bruxa que reúne cerca de 80 expositores nos mais diversos ramos como artesãos, profissionais da área de gastronomia, moda, entretenimento, hortifruti, artesanato indígena, sebos e confecção.

Além dos expositores, todo domingo uma atração musical diferente garante o entretenimento dos frequentadores. Neste domingo, dia 13 de fevereiro, o show fica por conta do cantor Halisson Crystian, com músicas regionais e música popular brasileira.

Uma das idealizadoras do evento, Ana Lucíola Franco, lembrou que a feira começou em novembro de 2021 e surgiu com a proposta de seguir somente até o natal. “Tudo vem dando tão certo que os expositores e até mesmo os frequentadores pediram muito pela continuidade e a feira acabou se tornando um evento fixo”, explicou.

O evento conta com o apoio do Sebrae Roraima por meio da Unidade de Gestão da Inovação e Mercado, que cede as barracas para os expositores. Além disso, o Sebrae também visa auxiliar a Toca da Bruxa no planejamento, na parte financeira e no marketing.

“Entendemos a importância de toda a mobilização que envolve os empreendimentos que expõem ali. Então, a partir da criação de um projeto do Sebrae Roraima voltado para Economia Criativa, que é o contexto em que a Toca da Bruxa está inserida, é que passamos a apoiar, viabilizando a estrutura física de algumas barracas”, explicou o analista técnico Luã Andrade.

Para Paulo Xavier, que comanda um empreendimento que trabalha com a produção de molhos de pimenta artesanais, a Feira é o espaço onde ele tem a oportunidade de estar em contato com o público. Com um perfil no Instagram, ele trabalha com encomendas e entregas.

“Estou na Feira da Toca desde o começo. É muito bom ter aquele contato próximo com as pessoas, com clientes em potencial. Antes não tínhamos oportunidade de expor nossos produtos, e a feira proporcionou isso”, declarou.

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Isso vai fechar em 20 segundos