Parceria entre Prefeitura e Defensoria leva orientações e assistência jurídica a beneficiários do FQA

Por meio da ação “Defensoria Itinerante”, as famílias contam com uma mentoria sobre temas como pensão alimentícia, guarda ou tutela

Por: Laura Silvestre | Foto: Arquivo/Semuc


A Prefeitura de Boa Vista firmou parceria com a Defensoria Pública Estadual (DPE-RR), com objetivo de levar aos beneficiários do “Família Que Acolhe (FQA)” orientações e assistência jurídica gratuita. Essa mentoria faz parte do projeto “Defensoria Itinerante” e ocorreu nessa terça-feira, 24, na sede do programa no bairro Pintolândia.  

Implantada há 13 anos, a Defensoria Itinerante tem o objetivo de atender toda a comunidade, prestando esclarecimentos sobre seus direitos cidadãos. Segundo a chefe do gabinete da DPE-RR, Anastácia Santos, o atendimento no FQA ocorre de forma individual para que a pessoa se sinta mais à vontade em compartilhar sua demanda.

“Aqui no FQA, a maior demanda de atendimento é referente às famílias. Por isso, nós auxiliamos em relação às pensões alimentícias, guarda ou tutela, entre outros serviços também”, destacou.  

Para Renata Farias, coordenadora da Universidade do Bebê (UBB) do FQA, a parceria com a DPE-RR é de grande importância, pois tem o propósito garantir maior conhecimento aos beneficiários do programa a respeito de demandas da área jurídica, minimizando a burocracia.  

“A Defensoria tem essa preocupação em prestar esse atendimento, estando mais próximo dos nossos beneficiários, para não precisarem se deslocar para longe. E nós, do Família Que Acolhe, vimos como uma grande oportunidade para facilitar a vida das famílias atendidas”, ressaltou.

A mãe da pequena Lívia Maria, de um ano, expressou satisfação em relação à parceria dos projetos. “Para mim isso significa mais qualidade de vida, principalmente à minha filha. Saber que eu sou atendida e ouvida faz com que eu me sinta ainda mais acolhida. É algo que facilita bastante a nossa vida”.

Mais atendimentos – Além do FQA, a “Defensoria Itinerante” também vai atender beneficiárias nos centros de referência e assistência social (CRAS), até dezembro deste ano. O cronograma já começou a ser organizado e será divulgado em breve pela prefeitura.

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Isso vai fechar em 20 segundos