Pequenos negócios no ramo de chocolates impulsionam as vendas na Páscoa, aponta Abicab

A aposta para este ano é na oferta de produtos com gramaturas variadas para atender diferentes públicos

Por: ASN | Foto: divulgação


A época mais doce do ano se aproxima e os donos de pequenos negócios que atuam no ramo de chocolate e doces em geral se preparam para faturar mais. No ano passado, o período da Páscoa registrou um crescimento de 13% nas vendas de ovos de chocolate, em comparação com 2021. A Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Amendoim e Balas (Abicab) estima que foram vendidas mais de 10 mil toneladas do produto. Em 2023, a expectativa do setor é de continuidade no crescimento que vem sendo verificado desde o arrefecimento da pandemia da Covid-19, como maior controle de casos da doença e do número de mortes.

Para este ano, segundo a associação, a aposta é na oferta de produtos com gramaturas variadas, de modo a agradar o bolso de diferentes públicos. Essa é uma estratégia para enfrentar a queda do poder de compra das famílias, principalmente devido ao impacto da alta da inflação sobre os alimentos.

“Pensando na situação econômica dos clientes, é muito interessante incluir no cardápio opções menores para que os consumidores que estão com limitações financeiras possam saborear seus doces como também presentear as pessoas mais próximas com um produto especial”, comentou a analista de Competitividade do Sebrae Nacional, Mayra Viana.

De acordo com a Abicab, esse comportamento do mercado explica também o recorde de novos itens colocados à venda. Este ano serão comercializados 440 itens de Páscoa, sendo 163 lançamentos. O número de lançamentos é o maior desde 2015, quando a associação começou a contabilizá-lo.

Tendências para 2023

A analista de Competitividade do Sebrae Nacional afirma que existem várias tendências que podem ser exploradas pelos pequenos negócios que trabalham com chocolate. Segundo ela, os chocolates considerados mais saudáveis e inclusivos são cada vez mais procurados pelos consumidores.

Opções com maior teor de cacau, sem açúcar, sem leite, além de doces sem glúten ou outros ingredientes vão atrair o público com restrições alimentares ou que desejam opções saudáveis. Nessa tendência também entram os doces vegetarianos e veganos. Tem espaço no mercado para quem atender esse público com qualidade e preço justo.

Ela destaca ainda que a exclusividade e a personalização também chamam a atenção dos clientes. Chocolates artesanais, feitos à mão e com ingredientes selecionados são muito valorizados pelo consumidor. Nessa linha, utilizar matérias-primas regionais, como frutas e castanhas que existam na sua localidade é uma forma de diferenciação do produto.

Confira outras tendências:

Chocolates gourmet e premium
No mercado, ainda tem muito espaço para produções mais sofisticadas, feitas com ingredientes selecionados, embalagens elegantes. Muitos consumidores estão dispostos a pagar um pouco mais por esse tipo de produto, principalmente para presentear pessoas especiais.

Variedade no formato
Muitas pessoas ainda procuram pelos ovos de colher e os ovos planos. Sabores inusitados, do tipo craquelados com a casca decorada com chocolates, castanhas ou confeitos também chamam atenção. Além de bonitos, são produtos com valor agregado interessante.

Consciência do consumidor
A preocupação com a sustentabilidade tem levado os consumidores a buscar produtos feitos com ingredientes orgânicos e sustentáveis. Trabalhar com chocolate orgânico e embalagens sustentáveis são alternativas para atrair um público mais consciente e agregar ainda mais valor aos produtos.

Dicas para uma Páscoa lucrativa
Para quem já trabalha no ramo de chocolates e doces em geral, ainda dá tempo de se preparar para a Páscoa 2023, data mais importante para esse setor. E para quem decidiu empreender agora, é importante pensar bem nos produtos que vai oferecer para garantir não só lucro, mas também qualidade.

Para ajudar os empreendedores, Mayra Viara, que atua no segmento de alimentos e bebidas do Sebrae Nacional elaborou algumas dicas. Confira abaixo:

1. Conheça bem o seu público-alvo
Saiba quem são as pessoas que você deseja atingir e procure entender suas preferências. Onde estão os seus clientes? Que tipo de produtos eles compram? Você pode conversar com algumas pessoas da sua região para entender melhor esse comportamento.

2. Não tenha medo de inovar
Veja as tendências do mercado e busque criar doces diferentes e criativos, bem como oferecer produtos personalizados com a cara do seu cliente. No caso de chocolates feitos sob encomenda, por exemplo, o consumidor gosta de poder escolher os sabores e colocar em uma embalagem diferenciada.

3. Qualidade em primeiro lugar
Com tanta concorrência, a qualidade é que vai garantir que sua empresa cresça, pois o velho boca-a-boca faz toda a diferença nesse mercado. Quem faz chocolate precisa ficar atento aos processos de fabricação, pois a matéria-prima é delicada e exige alguns cuidados e técnicas especiais na hora de trabalhar.

4. Para comer com os olhos também
Depois de preparar um produto saboroso e atrativo, não esqueça de fazer uma boa divulgação, principalmente nas redes sociais. Isso pode fazer a diferença e ajudar a trazer novos clientes. Capriche nas fotos, destacando a qualidade dos seus produtos e instigando o paladar. Tire fotos bem iluminadas e que valorizem os seus produtos.

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Isso vai fechar em 20 segundos