Prefeito de Boa Vista tem reunião com secretário de Saúde Indígena em Brasília

Arthur Henrique detalhou atuação do único hospital infantil de Roraima

Por: assessoria | Foto: ascom


Seguindo agenda de compromissos em Brasília, nesta terça-feira, 31, o prefeito de Boa Vista, Arthur Henrique, esteve reunido com o secretário de Saúde Indígena do Ministério da Saúde, Weibe Tapeba.

Durante o encontro, Arthur Henrique detalhou ao secretário a atuação do Hospital da Criança Santo Antonio (HCSA), única unidade de saúde infantil responsável por atender toda a demanda do Estado e de países vizinhos.

“Foi uma conversa importante com o secretário, que é uma liderança e conhece bem as necessidades de Roraima. Precisamos desse apoio do Governo Federal e deste olhar sobre a causa indígena para garantir não só a continuidade, mas também a ampliação dos nossos serviços no Hospital da Criança”, escreveu o prefeito em uma rede social ao compartilhar os registros do encontro com o secretário.

Enquanto os olhos do mundo estão voltados para Roraima devido à grave crise sanitária que assola o povo Yanomami, a Prefeitura de Boa Vista tem garantido atendimento às crianças indígenas no Hospital da Criança, mas o atendimento diferenciado não é novidade.

O Hospital possui uma enfermaria para receber tanto os indígenas da etnia Yanomami, como as demais etnias, respeitando a cultura e tradição dos povos, inclusive com leitos-rede para crianças e acompanhantes.

Além disso, o HCSA possui um intérprete para facilitar a comunicação entre os profissionais, pacientes e acompanhantes. Em respeito à cultura dos indígenas, a alimentação é diferenciada: conforme a preferência de cada etnia, a equipe nutricional adequa o cardápio do paciente, com alimentos como macaxeira, peixe com farinha e frutas regionais.

Com ministro do Desenvolvimento

Já na segunda-feira, 30, Arthur Henrique se reuniu com o ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, Wellington Dias.

Nas redes sociais, o prefeito publicou registros do encontro e lembrou que Boa Vista é reconhecida como Capital da Primeira Infância, além de uma gestão referência na área social e destacou a importância de fortalecer ainda mais os projetos de apoio social.

“Boa Vista é hoje reconhecida como a Capital da Primeira Infância e também temos uma gestão de referência na área social, mas ainda precisamos chegar a uma parcela da população que permanece em situação de vulnerabilidade e por isso, trouxe para Brasília pautas prioritárias, para que possamos fortalecer nossos projetos e investir em novas iniciativas”, escreveu.

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Isso vai fechar em 20 segundos