Prefeitura pode perder recurso para ampliação do Hospital da Criança caso Governo não desocupe terreno

Recurso de R$ 5 milhões foi destinado pelo ex-senador Romero Jucá

Por: Redação | Foto: divulgação


A obra de ampliação do Hospital da Criança Santo Antônio corre o risco de não acontecer. Isso porque a área onde o novo bloco administrativo será construído, hoje está ocupada com a maternidade de lona improvisada do Governo do Estado. 

No entanto, a Prefeitura de Boa Vista tem o prazo legal para iniciar a ampliação do Hospital da Criança até o final deste ano. Mas, caso isso não aconteça, a gestão municipal vai perder os recursos na ordem de R$ 5 milhões. E, da mesma forma, a condição de ampliar a unidade. 

Para resolver a questão, a Prefeitura já pediu a liberação do terreno para o Governo do Estado. Porém, até o momento não houve resposta. Com o risco iminente de prejuízo para a população, o presidente do MDB RR, Romero Jucá fez um apelo ao Governo do Estado.

“Há mais de dois anos, eu liberei R$ 5 milhões para a Prefeitura fazer a ampliação do Hospital da Criança. Porque isso é importante para atender as nossas crianças. Mas, se até o final do ano, a obra não começar, a Prefeitura perde os recursos”. 

Ampliação do Hospital da Criança: entenda o caso

Segundo Romero Jucá, a Prefeitura cedeu o terreno na pandemia e a área, portanto, serviu para o Hospital de Campanha. Contudo, o Hospital de Campanha encerrou as suas atividades e há dois anos, o local é usado pelo Governo com os serviços da Maternidade. 

O acordo inicial era manter a estrutura de lona até o fim da reforma do prédio próprio da Maternidade. Porém, a obra do Governo atrasou e agora também coloca em risco a ampliação do Hospital da Criança. 

“Fica o meu apelo para que o Governo do Estado possa remanejar, pelo menos, um pedaço da área administrativa da Maternidade. E assim, possa liberar o espaço para a Prefeitura iniciar a obra do Hospital da Criança”. 

Ainda de acordo com Romero Jucá, a Prefeitura ainda não acionou a justiça. Segundo ele, a medida pode trazer um prejuízo maior para todos. “Se o Governo não resolver essa situação, provavelmente, vamos ter que entrar na justiça. Mas, isso não é bom. Porque essa não é uma situação de ter briga. É uma situação para ter uma solução para as nossas crianças”. 

O Hospital em números

O Hospital da Criança Santo Antônio é a única unidade pediátrica e gratuita de Roraima. Assim, ele atende crianças de todo o Estado e também dos países vizinhos.

Conforme os dados da Prefeitura de Boa Vista, só nos primeiros meses deste ano, o Hospital fez 16.796 atendimentos gerais. De maneira semelhante, até março foram 1.120 internações.

Nos últimos anos, a gestão municipal reformou e ampliou todos os oito blocos do Hospital. E Romero Jucá garantiu a maior parte dos recursos. Atualmente, a Unidade tem uma obra de ampliação da UTI. Em breve, a Unidade terá mais 13 novos leitos no setor, passando assim de 15 para 28 vagas na UTI.

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Isso vai fechar em 20 segundos