Presença de empresas na internet cresceu com auxílio do Marketing Digital

Ferramentas como as redes sociais e facilidades nos meios de pagamento ajudaram as empresas a sobreviverem ao lockdown 

Por: Isaque Santiago | Foto: divulgação

Comprar eletrônicos, eletrodomésticos, roupas, sapatos, entre outros itens pela internet é algo comum hoje em dia. Muitas empresas, além do estabelecimento físico, disponibilizam perfis no instagram, páginas no Facebook, sites, WhastApp, entre outras ferramentas que auxiliam na venda. 

Apesar desse cenário ser cada vez mais comum, algumas empresas ainda não haviam entrado nesse mundo virtual. Porém, com a pandemia de covid-19, muitas tiveram que se adaptar ao mundo cada vez mais virtual para que os negócios sobrevivessem a esse período.  

O empresário especialista em marketing digital e proprietário da empresa Méliuz Marketing Brasil, Jhon David, explicou que o marketing digital hoje não se resume apenas às redes sociais. Para ter um diferencial, as empresas começaram a investir na estratégia “Omnichannel”, que é estar em todas as mídias possíveis. 

“Hoje, os nossos clientes estão no Facebook, Instagram, Google, YouTube, TikTok, sites, blogs entre outras. Também estão em meios off-line, como outdoor, panfletos, encarte, na TV e no rádio”, disse. 

Ele afirmou que os empresários estão acreditando cada vez mais no marketing digital. “Até então, eles estavam do lado de fora, olhavam a internet como algo que podia passar ou não não entendiam bem. Hoje eles estão entendendo como funciona por causa da pandemia. Essas empresas conseguiram sobreviver por causa do Instagram, se não tivessem essa ferramenta, bem como o WhastApp, teriam fechado. Então, os meios digitais ajudaram bastante neste período de lockdown”, pontuou o empresário. 

Ele também destacou que o marketing digital vai deixar de ser somente Facebook e Instagram. “O Metaverso também já traz novas opções. Então, acredito que em 2022 vai ser algo que a gente vai começar a aprender como funciona esse metaverso, estar de uma forma mais dentro do digital e não só com o celular na mão”, pontuou.

A facilidade nas formas de pagamento também fomentou a adesão das empresas ao marketing digital. “Com o Pix, pagamento por WhatsApp e pagamento direto dentro de algumas plataformas facilitou esse processo. Isso também é uma forma de marketing digital. A pessoa vê o anúncio no Instagram, conversa com atendente por WhatsApp e pelo próprio aplicativo já faz o pagamento. A tendência é que ele se torne cada vez maior, mais acessível e se torne mais comum”, previu o empresário. 

Outra estratégia que vem sendo adotada pelas grandes empresas é o próprio empresário ou CEO mostrar a cara e interagir com o público. “Você já vê grandes nomes do mercado, fazendo lives, podcast, vídeos para o YouTube e vendendo cursos online. Acredito que as pessoas que estão muito no topo da hierarquia de grandes empresas vão ficar cada vez mais próximas, vão virar quase que influenciadores”, detalhou. 

David afirmou ainda que a estratégia Omnichannel tem avançado. “Hoje as pessoas têm criado a maturidade do digital, não estão mais se preocupando tanto com seguidores e engajamento, estão se preocupando com os resultados, com as vendas. Então, os empresários estão mais atentos para isso e estão se capacitando para além das redes sociais”, disse.

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Isso vai fechar em 20 segundos