Profissionais de saúde de Boa Vista são capacitados sobre a varíola dos macacos

Informações sobre a doença e formas de cuidados em casos suspeitos foram destaques da capacitação

Com informações de Jamile Carvalho | Foto: Jonathas Oliveira

Desde a notificação de casos suspeitos da Monkeypox (“Varíola do Macaco”) no município, a prefeitura tem tomado diversas medidas como estratégia de prevenção e cuidados. Nesta sexta-feira, 19, aconteceu uma capacitação da Vigilância epidemiológica e Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde sobre a doença e as formas de cuidados em casos suspeitos.

Participaram médicos e enfermeiros de Boa Vista, além de profissionais do Estado, Exército, Organização Internacional para as Migrações (OIM), ACNUR, hospitais da rede particular e demais unidades hospitalares que possuem unidade de vigilância. Segundo Alessandra Galvão, médica infectologista de Boa Vista, a Monkeypox é uma emergência em saúde pública e todos os profissionais devem estar atentos aos casos suspeitos.

“Essa capacitação está ocorrendo em momento oportuno visando o enfrentamento dessa doença, o isolamento, a testagem e o rastreamento e o monitoramento de casos. É fundamental agora o entendimento sobre a doença, as características clínicas e epidemiológicas e evolução dos casos e do cenário epidemiológico do Brasil”, destaca a infectologista, que ministrou a capacitação.

Além do alinhamento das informações, também foram apresentadas as formas de definição de caso, processo de notificação, fluxo laboratorial, cuidados com os pacientes e profissionais nas unidades de saúde e durante isolamento, monitoramento dos contatos e investigação epidemiológica no município. 

 “A capacitação vem para aprimorar o nosso conhecimento e trazer o start de alerta para termos um novo olhar para o paciente, diferenciado e poder atender da melhor forma possível agilizando o processo de diagnóstico precoce, isolamento adequado e tratamento para evitar a disseminação da doença”, disse o enfermeiro, Charles de Souza Costa, que atua na unidade básica de saúde Raiar do Sol.

Casos – A Secretaria Municipal de Saúde recebeu oficialmente a notificação do Ministério da Saúde (MS), no dia 26 de julho, de um caso suspeito de “varíola de macaco” em Boa Vista. O caso já foi descartado por exame laboratorial. Ao todo, seis casos foram notificados ao Ministério da Saúde, sendo três descartados e três ainda estão sob investigação.

Monkeypox – Uma das características desta doença é a manifestação na pele, na forma de bolhas ou lesões que podem aparecer em diversas partes do corpo, como rosto, mãos, olhos, boca ou genitais.

Para receber os cuidados clínicos como alívio dos sintomas e indicações sobre o isolamento, é preciso procurar uma unidade básica de saúde.

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Isso vai fechar em 20 segundos