Repasse de R$70 milhões do Governo de Roraima está na mira do Ministério Público Eleitoral

Em junho desse ano o governador Antônio Denarium (PP) repassou R$ 70 milhões para 12 prefeitos parceiros de sua gestão. Por se tratar de um ano de eleição, o Ministério Público Eleitoral está investigando a ação do Governo de Roraima.

A alegação da gestão é a calamidade pública causada pelo inverno rigoroso em todos os municípios do Estado. Mesmo assim, apenas Boa Vista, São Luiz do Anauá e Mucajaí não receberam o repasse milionário. Coincidência ou não, os três prefeitos não são aliados do governador.

A Procuradoria Regional Eleitoral se manifestou afirmando que ao tomar conhecimento do fato prontamente instaurou um procedimento para apurar a prática dos fatos narrados na esfera eleitoral.
Isso quer dizer que além da Justiça Estadual, Ministério Público de Roraima (MPRR) e Tribunal de Contas de Roraima (TCE-RR), a Justiça Eleitoral também está de olho nas ações do Governo. Toda a documentação também já foi encaminhada à Polícia Federal (PF).

O CASO

O jornalista Bruno Perez entrou com uma ação popular na Justiça contra o governador e o secretário estadual da Fazenda (Sefaz) Manoel Sueide Freitas. Ele pediu que a Defesa Civil do Corpo de Bombeiros coordenasse a aplicação dos recursos.

Mas mesmo assim os prefeitos já estão utilizando os valores sem a prestação de contas necessária para dar transparência ao gasto do dinheiro público. O repasse deveria ser utilizado para reforma de estradas vicinais e pontes e para a compra de cestas básicas, mas não se sabe como os gestores estão usando o dinheiro público enviado pelo Governo do Estado.

ABANDONO CONTINUA

Enquanto isso os municípios estão abandonados e a população isolada em várias cidades do interior. Agora, cabe aos órgãos fiscalizadores cobrar as prestações de contas e constatar se as compras estão dentro da legalidade ou não. Será que essa grana está sendo utilizada em prol da população ou está servindo somente para comprar votos?

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Isso vai fechar em 20 segundos