Unimed Fama assina TAC junto ao MPRR e atendimentos são retomados

O dilema dos pais e pacientes com deficiência que já durava meses foi resolvido após várias reuniões. Essa semana a Unimed Fama assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público de Roraima (MPRR) e o Procon Boa Vista e com isso o problema foi parcialmente solucionado.

Os atendimentos que estavam suspensos foram retomados nesta quinta-feira, 4. Apenas uma clínica não aceitou o acordo da Unimed Fama e não irá receber os pacientes do plano de saúde para os tratamentos.

Para a secretária executiva do Procon, Sabrina Tricot, foram várias tentativas até chegar a um acordo. Ela informou que os débitos da empresa com as clínicas serão sanados em parcelas, o que possibilitou o desfecho do acordo.

“O importante é que o Ministério Público acompanhou tudo e agora as pessoas serão atendidas de forma digna. Esse é um entendimento importante e necessário. Esses pacientes estavam há muito tempo sem atenção especializada. Isso é irreparável”, afirmou Sabrina.

Além do Procon, as negociações tiveram a participação dos vereadores Bruno Perez (MDB) e Tutti Lopes (PL) que solicitaram uma audiência com o promotor da Defesa do Consumidor Sílvio Abade, OAB Roraima, Ministério Público e principalmente dos pais que nunca desistiram.

Mas de 100 pais acionaram a Justiça para ter atendimentos para os filhos. Vários obtiveram decisões favoráveis, mas mesmo assim não tiveram a retomada dos atendimentos. Caso a Unimed Fama não cumpra o acordo ela poderá receber multa diária de R$ 5 mil.

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Isso vai fechar em 20 segundos