Academia Roraimense de Letras preserva cultura e história de Roraima

Fundada em 1989, a entidade já teve como membro o autor do hino de Roraima, Dorval de Magalhães

Por: Isaque Santiago | Foto: divulgação 


Criada para promover a arte, literatura e a cultura de Roraima, a Academia Roraimense de Letras (ARL) completou 34 anos de fundação no dia 9 de janeiro de 2023. A entidade atualmente é composta por escritores, poetas, jornalistas, historiadores, professores e demais personalidades que se destacam na área cultural local.

O secretário geral e membro da ARL, o advogado e escritor Clotilho Filgueiras, ressaltou que a academia tem uma participação importante no desenvolvimento cultural do Estado, valorizando e difundindo o conjunto das manifestações artístico-culturais do Estado de Roraima. 

“A instituição foi criada com a finalidade de congregar pessoas de notória expressividade no estado, nas atividades literárias e artísticas, nas mais diversas formas de expressão e desde sua fundação vem promovendo a cultura local”, explicou. 

Encontro de mebros da Arol
Foto: arquivo pessoal/Clotilho Filgueiras

A organização foi declarada entidade de utilidade pública por meio do decreto legislativo nº 005 de 2001. Atualmente tramita no poder legislativo estadual um projeto de lei para que o Governo do Estado doe o prédio da Casa de Cultura Madre Leotávia Zoler para ser a sede da ARL. O prédio foi a primeira residência oficial de um governador de Roraima e atualmente encontra-se em situação de abandono, aguardando o início de obras de recuperação da estrutura.  

Entre figuras importantes da sociedade roraimense que já passaram pela ARL estão o autor do hino de Roraima, Dorval de Magalhães e o ex-governador Ottomar de Souza Pinto. Atualmente, a ARL conta com 33 cadeiras, cada uma leva o nome de um patrono. 

“O patrono é uma pessoa importante da história local ou da literatura nacional. Seu legado servirá de inspiração e sua história será sempre lembrada pelo membro da cadeira no decorrer de sua permanência na instituição”, pontuou Filgueiras. 

Atualmente as cadeiras estão distribuídas da seguinte forma: 

CAD.MEMBRO ATUALPATRONO
01Marcos Jorge de LimaMarechal Rondon
02Adail Maduro FilhoAdail Maduro
03Luiza Carmen Brasil Bueno (Petita Brasil)Oder Brasil
04Célio Macedo da FonsecaAurélio Buarque de Holanda
05Clotilho de Matos Filgueiras Sobrinho (Tilho Filgueiras)João Capistrano da Silva Mota
06Fernando Antônio Quintella RibeiroStanilaw Ponte Preta
07Alcir Gursen De MirandaCarlos Gomes
08Antônio Barbosa da Silva (Poeta)Olavo Bilac
09Rita de Cássia Costa PereiraMaria Júlia Lima Reis
10Consuelo Duarte de OliveiraAquilino Mota Duarte
11Ana Célia de Oliveira PazLuiz Gonzaga
12Jader Cabral CostaPedro Teixeira
13Afonso Rodrigues de OliveiraMonteiro Lobato
14Jadir Corrêa da CostaUlisses Paz de Azevedo Filho
15Getúlio Alberto de Souza CruzTenente Luis Guimarães
16Júlio MartinsAntônio Augusto Martins
17Cecy Lya BrasilMaria das Dores Brasil
18Luis Aimberê Soares de FreitasAntonio Ferreira de Souza
19Carlos Alberto AlvesFerreira Goulart
20Reginaldo GomesLobo D’Almada
21Parimé LimaJoão Evangelista de Pinho
22Mauricio ZoueinJaceguai Reis Cunha
23Walber David AguiarGenésio Aguiar
24Shirley RodriguesÍndio Ajuricaba
25Zanny AdairalbaCasimiro de Abreu
26Sebastião Moura (Sabá Moura)Adolpho Brasil
27José Miranda de AquinoCora Coralina
28Alcides Magalhães LimaInácio Lopes de Magalhães
29Jamil Moisés Xaud JúniorJamil Moisés Xaud
30Francisco CândidoJosé de Alencar
31Raul PintoVoltaire Pinto Ribeiro
32Helder Girão BarretoNatanael Gonçaves
33Damásio DouglasAna Libória

A academia tem um papel fundamental na promoção da educação, no resgate da memória cultural, valorização dos escritores locais e fortalecimento da identidade cultural do estado, destacando as particularidades e riquezas da cultura local. 

Com isso, a academia colabora para que a sociedade roraimense tenha mais conhecimento sobre sua história, literatura e cultura, fortalecendo assim o sentimento de pertencimento e identidade cultural.

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Isso vai fechar em 20 segundos