Bosque dos Papagaios recebe anta resgatada no município do Cantá

O animal foi entregue pelo IBAMA e agora recebe todo o cuidado e proteção da equipe técnica do espaço verde, que fica na área urbana de Boa Vista

Por: PMBV | Foto: PMBV


O Bosque dos Papagaios já inicia o mês de abril com um novo morador: uma anta macho de dois anos, que foi resgatada no município do Cantá. A ação coincide com a campanha “Abril Laranja”, mês dedicado a prevenir maus-tratos e conscientizar a população de que os animais precisam de carinho, amor e cuidados especiais.

A anta foi entregue pelo Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS), do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA). É no Bosque dos Papagaios com a equipe técnica da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA) que o animal vai receber proteção e todo o cuidado necessário para sua sobrevivência, em um espaço verde semelhante ao seu habitat natural.

De acordo com o secretário municipal do Meio Ambiente, Alexandre Santos, o trabalho de parceria do Bosque com o IBAMA possibilita a reabilitação de animais que são alvo de tráfico, maus tratos e outros que são entregues de forma voluntária. Após os devidos cuidados, alguns animais conseguem até voltar para a natureza e viver livremente.

“Para receber esse novo animal, que pesa cerca de 250 kg, tivemos que construir no Bosque um novo recinto de 178 m2, bem amplo, mantendo a vegetação nativa para que ele possa se sentir o mais próximo possível do seu habitat natural”, destacou Alexandre.

Com o novo integrante, o Bosque agora possui 37 animais no mantenedor, sendo trinta e três aves e quatro mamíferos, sem contar os animais de vida livre que ali habitam. Todos os bichinhos que chegam lá devem passar pelo IBAMA para serem cadastrados e estudados.

“Somos uma equipe técnica com um veterinário e três tratadores. Todos os animais do mantenedor recebem tratamento adequado, são analisados periodicamente, vermifugados e recebem alimentação balanceada. Os animais que são de vida livre também recebem cuidados caso apareçam com algum machucado”, explica o diretor do Departamento de Educação Ambiental da Secretaria do Meio Ambiente, Leandro Silveira.

O tratador de animais silvestres do mantenedor, Francisco Ibiapina, trabalha desde 2009 no Bosque, quando o espaço foi criado, e afirma que a área verde estimula a vida selvagem dos animais, pois permite que eles estejam rodeados por uma vegetação bem coberta – tudo muito bem pensado para estimular um ambiente silvestre.

“Todos os animais são acompanhados diariamente, de domingo a domingo, pelos tratadores ou educadores ambientais, mas sempre com algum responsável”, afirma Francisco.

Para saber mais sobre os cuidados que o Bosque dos Papagaios oferece aos animais e os horários de visitação, clique aqui.

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Isso vai fechar em 20 segundos