Centros de Atendimento ao Turista auxiliam visitantes na hora de buscar informações turísticas 

MTur investe nos CATs, que são locais de suporte aos visitantes na hora de buscar informações turísticas como indicação de atrativos, informações sobre roteiros e muito mais

Por: MTur | Foto: Freepik


Você, que é turista e ama viajar, já ouviu falar dos Centros de Atendimento ao Turista, os CATs? Em caso negativo, saiba que eles são aliados para o viajante aproveitar mais e melhor o destino turístico que escolher visitar, pois os CATs são locais instalados nas cidades que servem de suporte aos visitantes, indicando atrativos turísticos, guias e informações relevantes para uma boa visitação.

Nos CATs, turistas vão encontrar dicas sobre os principais atrativos das cidades, roteiros turísticos e ainda poderão tirar as dúvidas que tiverem sobre a visitação. Eles servem, por exemplo, como ponto de ajuda para acessar números de telefones, endereços de hotéis, lugares para compras, alimentação, rotas de transportes, entre outros.

Sabendo da importância dos CATs para melhorar e impulsionar o número de viagens no Brasil, o Ministério do Turismo tem como premissa apoiar os estados e municípios na divulgação de destinos turísticos e, para isso, financia a construção dos CATs.

Atualmente, o MTur possui contratos de repasse que somam quase R$ 25,5 milhões para a construção ou a reforma de CATs no país. Os trabalhos envolvem diferentes municípios de estados como Alagoas, Bahia, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Roraima, Rondônia, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins. Cidades com maior número de habitantes tendem a ter mais de um CAT.

“Investir no turismo é também trazer uma melhor estrutura para os viajantes e os CATs são um suporte de informação e segurança, além de ampliar as opções dos turistas na hora de conhecer os destinos brasileiros. É por isso que o MTur atua com esse repasse para as cidades que precisam construir ou melhorar as estruturas de seus Centros de Atendimento aos Turistas”, explica a ministra do Turismo, Daniela Carneiro.

Além do atendimento ao turista nacional, o trabalho realizado nos Centros de Atendimento favorece a percepção quanto aos destinos percorridos no país pela visão dos estrangeiros. Dados do Estudo de Demanda Turística Internacional do MTur, revelam que, quase 90% dos visitantes avaliam positivamente o quesito “informação turística” no Brasil.

Turista, na hora de buscar informações, procure o CAT mais próximo. Eles geralmente estão localizados em aeroportos, terminais rodoviários, nos centros das cidades (ou onde o fluxo de pessoas é maior, como em shoppings e estações de metrô), próximos aos principais atrativos turísticos ou perto das secretarias de turismo. Há municípios que atendem, ainda, de forma on-line por meio de troca de informações em aplicativo de mensagem instantânea.

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Isso vai fechar em 20 segundos