Chuva e ventania fazem estragos em Boa Vista; pacientes da maternidade foram remanejadas

A segunda-feira, 1º, foi de muita chuva e ventos fortes em Boa Vista. Várias regiões da capital foram atingidas. Um homem morreu ao ser atingido pela placa de um o hotel que caiu sobre algumas pessoas. A Escola Municipal Aquilino Mota, no centro da cidade, foi atingida.

A água invadiu o forro da unidade e a empresa responsável e a Defesa Civil foram acionados. O prefeito Arthur Henrique (MDB) esteve no local para acompanhar de perto o problema e gravou um vídeo tranquilizando a população.

A situação foi pior para as pacientes e os acompanhantes da Maternidade Nossa Senhora de Nazareth que funciona em tendas improvisadas no bairro 13 de setembro. No local, parte da estrutura se soltou e houve alagamento em alguns blocos.

Algumas grávidas precisaram ser trocadas de leitos após a água invadir alguns setores do hospital. Vários vídeos foram publicados nas redes sociais. Neles é possível ver o drama das pessoas que estavam no local. O Governo de Roraima paga R$ 1 milhão por mês de aluguel pelo local.

Desde o ano passado o prédio da maternidade, localizado no bairro São Francisco, está em reforma. Não há previsão para finalização da obra. Enquanto isso, quem precisa da unidade sofre com as péssimas condições.

A Secretaria Estadual de Saúde enviou nota afirmando que as pacientes foram remanejadas e que ninguém teve problema com os atendimentos. Ao contrário do prefeito de Boa Vista, o governador Antônio Denarium (PP), não apareceu para dar explicações sobre o ocorrido.

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Isso vai fechar em 20 segundos