Após afirmar falta de emendas para BR-174, superintendente do DNIT/RR é demitido

A resposta ocorreu após questionamentos relacionados aos problemas ocorridos na BR-174, no trecho de Boa Vista/Manaus. Há meses a estrada não oferece condições seguras de trafegabilidade e vários trechos estão até sem asfalto, incluindo na reserva indígena Waimiri-Atroari.

Segundo informações apuradas pelo Conexão Boa Vista, a entrevista teria incomodado parlamentares de Roraima, principalmente por ser um ano eleitoral. Por isso, um deputado federal e um senador teriam “pedido a cabeça” do superintendente em Brasília (DF).

Segundo a diretora da Asatur Turismo, Helena Teixeira, além da demora no trajeto, a empresa está tendo muitos prejuízos com manutenções constantes e alto consumo de diesel dos ônibus devido aos buracos e o modo em que os motoristas precisam conduzir os veículos.

“Ainda não repassamos os gastos ao consumidor final. Estamos segurando o reajuste das passagens desde o início do ano. Não bastassem as péssimas condições da BR-174, os combustíveis não param de ter reajustes”, disse.

DNIT TEM NOVA SUPERINTENDENTE
Para o lugar de Marcelo Geber assume a ex-superintendente do DNIT Amazonas Arlene Maria Lamego. A portaria já foi assinada pelo diretor-geral do DNIT, general Antônio Leite dos Santos Filho.

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Isso vai fechar em 20 segundos