Justiça ainda não decidiu sobre prisão de Jalser Renier

O ex-deputado estadual Jalser Renier está desaparecido do cenário político, mas seu nome está na mídia novamente após pedido de prisão do Ministério Público de Roraima (MPRR). A decisão está nas mãos do juiz Cláudio Roberto Barbosa da 1ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça de Roraima.

Segundo o MP, Jalser Renier não estaria sendo encontrado nos endereços para ser citado e, por isso, foi tomada a decisão pela prisão do acusado de ser mandante do sequestro do jornalista Romano dos Anjos.

Além de não ser encontrado ainda existe a possibilidade de o ex-deputado estar mantendo contato com testemunhas e possíveis envolvidos no crime ocorrido em outubro de 2020, o que pode comprometer os trâmites até julgamento.

Onze acusados já se tornaram réus. Desses, nove policiais militares, um ex-servidor da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE/RR) e Jalser Renier. Apenas o sargento Bruno Inforzato responde apenas por obstrução de Justiça. Os demais acusados têm envolvimento direto no sequestro, segundo a Polícia Civil.

Caso a prisão de Jalser seja decretada e ele não for localizado se tornará foragido automaticamente. Segundo fontes do Conexão Boa Vista, o ex-deputado estaria vivendo em Brasília (DF) onde busca junto a uma banca de advogados a chance de disputar as eleições desse ano.

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Isso vai fechar em 20 segundos