Defensoria Itinerante faz atendimentos em comunidades de Bonfim e Pacaraima

A ação iniciou nesta segunda-feira (7) e segue até 11 de fevereiro, a partir das 9h

Por Ascom DPE | Foto: Ascom DPE

A Defensoria Itinerante não para! E dessa vez, as moradoras e moradores do município de Bonfim serão beneficiados com as ações de atendimentos jurídicos. A ação iniciou nesta segunda-feira (7) na Vila Nova Esperança. Já nesta terça-feira dia (8), a equipe da Defensoria Pública do Estado de Roraima (DPE-RR) estará na Vila São Francisco, no dia (9) e comunidade do Jabuti, dia (10) na Sede Bonfim. No dia (11) será a vez do Sítio Pôr do Sol. A Van dos Direitos também fará parte da ação.

As equipes da DPE Itinerante também estarão realizando os atendimentos simultâneos no município de Pacaraima, serão atendidas as comunidades indígenas Taxi, Taxi II e Beira Rio, entre os dias 7 e 11, deste mês. Todos os atendimentos iniciam a partir das 9h. A intenção da DPE-RR é aproximar a população mais carente dos serviços ofertados pela instituição e garantir direitos.

As pessoas interessadas receberão atendimentos e orientações sobre ação de alimentos, solicitação do Registro Civil (1ª via e 2° via), cumprimento de sentenças de alimentos, desarquivamento de processos, tomada de decisão apoiada, Interdição/Curatela e divórcio.

Para solicitar um desses serviços é necessário comparecer ao local de atendimento com documentos pessoais como: CPF, RG, Certidão de Nascimento dos menores, comprovante de residência e de renda, caso possuam.

Semanalmente, a Defensoria Itinerante visita locais nas áreas urbanas e rurais de Boa Vista, além dos municípios no interior do estado e comunidades indígenas. Conforme o defensor público-geral, Stélio Dener, o aumento das atividades itinerantes nessas regiões é para suprir a necessidade de atendimento para a população mais carente.

“Iniciamos os atendimentos nesta segunda-feira, em Bonfim e Pacaraima, e vamos atender até sexta-feira. Aumentamos os dias de atendimento, pois sabemos as dificuldades de locomoção nessas regiões para o atendimento na capital. Por isso, nestas ações, queremos garantir o direito ao acesso à justiça para todas e todos”, frisou Dener.

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Isso vai fechar em 20 segundos