Eleitores sem biometria devem assinar caderno de votação

Mais de 32 mil pessoas não têm biometria em Roraima

Com informações do TRE-RR | Foto: TRE-RR

Devido a suspensão da coleta de impressões digitais na Justiça Eleitoral desde 2020, como forma de prevenção ao contágio da Covid-19, mais de 32 mil eleitores de Roraima não possuem os dados biométricos cadastrados no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RR). Mas todos votarão normalmente no próximo domingo (30), quando acontece o 2º turno das Eleições 2022.

Nesse caso, basta apresentar um documento de identificação oficial com foto ao mesário, que pode ser a carteira de identidade, de trabalho, de habilitação, passaporte ou outro documento de valor legal equivalente. O nome estará na lista de eleitores da seção, e após a votação terá que assinar o caderno de votação.

Nas Eleições 2022, Roraima tem 366.240 eleitores aptos a votar. Desse total, 32.004 eleitores não fizeram o cadastro biométrico. No próximo domingo, 30 de outubro, o sistema de votação será híbrido, ou seja, parte do eleitorado se identifica por meio da biometria (sem necessidade de assinatura, pois a impressão digital usada para habilitar o voto na urna eletrônica já é a comprovação de que o eleitor compareceu para votar) e outros devem assinar o caderno de votação.

De acordo com o assessor jurídico do TRE-RR, Fábio Leite, também existe a possibilidade de o eleitor, mesmo com biometria coletada, ter que assinar o caderno de votação porque a digital não foi reconhecida.

“Existem muitos eleitores que têm a digital gasta em razão do trabalho que desempenham, como agricultor ou pessoas que usam produtos de limpeza, por exemplo. Nesses casos, o mesário faz quatro tentativas para coletar a digital. Caso não consiga, o eleitor é habilitado pelo mesário para votar da forma tradicional e assinar o caderno de votação”, disse.

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Isso vai fechar em 20 segundos