Evento do Sebrae/RR debate turismo em Roraima

Responsável por uma fatia de 8% da economia brasileira, o turismo foi um dos setores que mais sofreu durante a pandemia da Covid-19, com uma queda de 68% em relação ao período anterior à crise, de acordo com a 11ª pesquisa do Sebrae sobre os impactos do coronavírus nos pequenos negócios, realizada em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Em 2021, com o avanço da vacinação no País, segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), houve registro da recuperação do setor de serviços, que aumentou a expectativa de crescimento do volume de receitas do segmento, de 5,1% para 5,8%. Confirmada essa previsão, será a maior taxa de crescimento do setor desde, o início da pesquisa (2011).

A cadeia do turismo envolve áreas distintas, entre elas o setor de transporte, comunicação, hospedagem, alimentação, atrações etc. Roraima possui aptidão para o turismo de natureza, aventura e etnoturismo e atrai também muitos visitantes do estado vizinho, o Amazonas, pela facilidade de deslocamento via terrestre.

Para a analista do Sebrae/RR, Isabel Diniz, “assim que foi flexibilizada a retomada das atividades, o fluxo de visitantes do Amazonas para Roraima com destino a locais turísticos como o Lago do Robertinho e a Serra do Tepequém só tem aumentado, tendo grande influência na economia dos municípios onde se concentra os principais atrativos”.

Para elaborar e propor projetos estruturantes de turismo a serem desenvolvidos e aplicados em toda região norte, o Sebrae/RR realiza a primeira edição do Encontro de Turismo no estado. O evento acontecerá nesta quinta e sexta-feira, dias 19 e 20 de agosto, no auditório Monte Roraima – sede do Sebrae/RR, bairro São Francisco, com participação exclusiva de analistas técnicos do Sebrae de toda Amazônia.

O encontro terá início às 8:30, com participação da conselheira estadual e analista técnica do Sebrae nacional, Ana Clévia Guerreiro que fará palestra sobre o Cenário do Turismo. A programação segue durante todo o dia, com apresentação de roteiros turísticos dos estados participantes, visita a pontos turísticos de Boa Vista e elaboração de proposta do Projeto Estruturante.

Em formato presencial, respeitando todas as medidas de biossegurança, serão dois dias intensos de palestras – ações voltadas ao desenvolvimento estratégico do segmento em nossa região.

Durante a programação está previsto o lançamento estadual do maior evento agrodigital, o Agrolab Amazônia, que tem o objetivo de gerar negócios, levar conhecimento tecnológico e debates sobre a política de desenvolvimento sustentável da região Amazônica.

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Isso vai fechar em 20 segundos