Fiscais da Emhur ganham reajuste de 100% em auxílio fardamento

O auxílio passa de R$ 800,00 para R$ 1,6 mil; o pagamento é feito uma vez ao ano, no mês de dezembro

Com informações de Isaque Santiago | Foto: PMBV

Os agentes e fiscais da Empresa de Desenvolvimento Urbano e Habitacional de Boa Vista (Emhur) terão reajuste de 100% no auxílio fardamento e Equipamento de Proteção Individual (EPI). O anúncio foi feito pelo prefeito Arthur Henrique em entrevista ao programa Rádio Verdade (93.3 FM), nesta sexta-feira, 8. O auxílio que antes era de R$ 800,00 passa para R$ 1,6 mil.

O prefeito explicou que o reajuste levou em consideração os efeitos da crise econômica decorrente da pandemia de covid-19 que inflacionou os preços dos fardamentos. “A Prefeitura concedeu no final do ano passado reajuste no auxílio fardamento dos agentes de trânsito e guardas municipais e hoje tenho a alegria de anunciar que os servidores da Emhur também foram contemplados. Esse auxílio é fundamental. Com ele, o servidor não precisa tirar dinheiro do orçamento familiar para adquirir uniformes, gerando uma economia”, declarou.

Arthur frisou ainda que o pagamento é feito uma vez por ano, no mês de dezembro. “Este ano eles já vão receber o auxílio com reajuste e poderão comprar novos uniformes para usarem ao longo do próximo ano”, explicou o prefeito.

Outra mudança da portaria nº 109, foi em relação à prestação de contas. Antes, logo após o pagamento, os fiscais tinham até 30 dias para prestar contas junto ao setor de Recursos Humanos da Emhur. Agora, o prazo é maior, podendo ser feito em duas vezes a prestação de contas passou a ser dividida em duas vezes, com a primeira sendo feita no mês de junho e a segunda no mês de dezembro subsequente.

“Essa era uma demanda da categoria, pois eles não compram todo o uniforme assim que recebem o benefício. Eles usam esse dinheiro para comprar o fardamento ao longo do ano. Então, esse novo prazo facilita bastante a vida deles nesse sentido”, disse Arthur Henrique.

Inclusão de novos servidores

O auxílio foi instituído em 2019 e contemplava apenas os fiscais fundiários e de transporte. A portaria nº 109 reajustou o auxílio para 34 servidores divididos nestas categorias e também incluiu mais quatro servidores técnicos em topografia e georreferenciamento, que passam a receber a quantia de R$ 400,00 para a compra de coturno, calçado utilizado por estes profissionais durante vistorias e visitas técnicas.

Composição do uniforme

Agente de fiscalização de transporte:

  • Boné, calça tecido hipstop, colete de tecido brim, camisa polo e camisa manga longa.

Topografia

  • Capuz de segurança, camisa manga longa e casaco.

Fiscais fundiários

  • Boné, camisa polo, colete e camisa manga longa.

Técnicos em topografia

  • Coturno.

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Isso vai fechar em 20 segundos