Prefeitura pretende transformar CDT e CCTI em Instituto de Ciência e Tecnologia

Com a transformação de ambos os centros em instituto, mais recursos poderão ser captados, por meio da Lei da Informática

Por: Wandilson Prata | Foto: PMBV


Representantes da Suframa e instituições de ciência e pesquisa que participaram da 1ª Jornada de Integração Regional e Interiorização do Desenvolvimento visitaram na manhã desta quinta-feira, 20, o Centro de Difusão Tecnológica (CDT), na região do Bom Intento. A ideia foi conhecer o trabalho de pesquisa desenvolvido pela Prefeitura de Boa Vista no local, e a proposta do município é transformar o espaço em Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT).

De acordo com Secretário Municipal de Tecnologia e Inclusão Digital (SMTI), Antônio Celso, com a implantação de um ICT, será possível obter recursos da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) e de outras Instituições. Ele destacou que a prefeitura já tem uma parceria com a Embrapa no CDT, e está fechando outra entre o Instituto Federal de Roraima (IFRR) com o Centro de Ciência de Tecnologia e Inovação (CCTI), onde a comitiva fez uma visita no horário da tarde.

“Transformando esses centros de pesquisa em ICT, vamos conseguir que a Suframa tenha uma participação maior com aporte de recursos, para melhorarmos cada vez mais o setor do agro, que é um dos pedidos do nosso prefeito Arthur Henrique. A ideia é beneficiar ainda mais a vida dos produtores que trabalham com a agricultura familiar, além de incentivar a indústria não só para Boa Vista, como para todo o estado”, disse o secretário da SMTI.

O superintendente adjunto de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica da Suframa, Waldemir Vieira, avaliou como positiva a iniciativa de Boa Vista no setor agrícola e reforçou que o Estado de Roraima precisa melhorar a tecnologia de produção, para que a agricultura cresça.

“A conversão do CDT em um ICT vai melhorar bastante porque consegue captar recursos da Lei de Informática e desenvolver cada vez mais os estudos que estão sendo realizados hoje nesse campo experimental, criado pela prefeitura. É muito bom ver essa iniciativa do município e a SUFRAMA vai aguardar de portas abertas, quando estiver pronto esse Instituto. Vamos credenciá-lo para captação de recursos, e assim fazer essas pesquisas crescerem cada vez mais”, afirmou.

O secretário municipal de Agricultura e Assuntos Indígenas (SMAAI), Guilherme Adjuto, acompanhou a comitiva e mostrou as pesquisas feitas no CDT, onde destacou a AGROBV2023, a Maior Feira da Agricultura de Roraima que será na próxima semana, entre os dias 28 a 30 de julho.

“A nossa ideia é realmente transformar o CDT em Instituto e buscarmos parcerias para viabilizar cada vez mais esse campo experimental que tem uma área de 50 hectares. A prefeitura, sozinha, ainda não consegue produzir tudo que tem capacidade nesse espaço. Com esse apoio da SUFRAMA esperamos viabilizar principalmente o investimento na iniciativa privada no CDT, para trabalharmos todo o potencial que essa área pode disponibilizar”, ressaltou Guilherme Adjuto.

CDT – O Campo Experimental foi implantado em 2018 por meio da SMAAI e os dados coletados nos ensaios, junto ao Centro de Difusão Tecnológica (CDT), servem de base para tomada de decisão tanto da parte técnica da SMAAI, como dos agricultores que buscam essas informações.


Nesse espaço os técnicos da SMAAI estudam e colocam em prática a melhor condução de plantio, seja das culturas irrigadas ou mesmo de sequeiro. Nos dois últimos anos o CDT vem intensificando o campo experimental e como o próprio nome diz a proposta é difundir a tecnologia, organizando as pesquisas de campo para que o produtor possa acompanhar os experimentos das culturas, técnicas de manejo e mecanização.

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Isso vai fechar em 20 segundos