Programa Cooperação na Ponta do Lápis incentiva educação financeira desde a primeira infância

O prograna tem o propósito de cooperar para uma vida financeira sustentável

Por: Sicred | Foto: divulgação


Educação financeira é essencial para uma relação saudável com dinheiro e, ao contrário do saber comum, deve ser aplicada desde a infância. Ações simples, como envolver a criança no planejamento do orçamento familiar, auxiliam no desenvolvimento de um adulto consciente financeiramente. A abertura de uma conta para a criança, como a Conta Menor do Sicredi, pode ser o primeiro movimento para proporcionar a ela uma vida financeira saudável e segura.

Dados do Banco Central apontam a existência de cerca de 23 milhões de contas para o público jovem – de 15 a 24 anos -, crescimento de 50% nos últimos 10 anos. No Sicredi, nos estados das regiões Norte e Centro-Oeste (Acre, Pará, Amazonas, Roraima, Amapá, Rondônia e Mato Grosso), há mais de 45 mil contas para menores de idade (até 17 anos) ativas, usadas por associados como parte da educação financeira dos filhos.

A Conta Menor pode ser aberta de maneira simples e rápida, em qualquer agência do Sicredi. Basta apresentar documentos de identidade da criança ou adolescente e do responsável. Os pais podem escolher entre conta corrente, poupança ou conta corrente com poupança integrada.

“Dentre os produtos e serviços da Conta Menor estão movimentações, transações e investimentos. É disponibilizado cartão de débito, que possibilita realizar compras e saques no Brasil e no exterior. Para as economias ou reserva financeira, a poupança é uma sugestão, e para investimento o Sicredinvest (depósito a prazo) é uma alternativa aos associados”, descreve o gerente de Desenvolvimento Regional do Sicredi em Roraima, Andrey Alba.

A Conta Menor não disponibiliza cartão de crédito e outras linhas de crédito, para garantir a segurança financeira da criança ou adolescente. Além disso, o representante tem acesso ao aplicativo da instituição, onde consegue verificar as movimentações.

“Essa é uma maneira de ajudarmos as crianças e adolescentes a entenderem o valor do dinheiro, o que pode ou não comprar e a importância de economizar. Quando ensinamos esses valores para uma criança desde cedo é provável que desenvolva hábitos saudáveis em relação ao dinheiro ao longo da vida”, afirma a consultora de Negócios Pessoa Física da Central Sicredi Centro Norte, Marianne Moraes.

Ela acrescenta que o Sicredi realiza diversas ações de educação financeira voltadas para diferentes públicos dentro do Programa Cooperação na Ponta do Lápis, que tem o propósito de cooperar para uma vida financeira sustentável de associados e não associados. Composto por ações planejadas de modo que atendam necessidades de crianças, jovens e adultos, o programa busca levar educação financeira para as regiões onde a instituição financeira cooperativa atua, apoiando diretamente os associados e as comunidades locais.

Para sensibilizar o público infantil e tornar o aprendizado mais descontraído, o Sicredi é parceiro da Mauricio de Sousa Produções, que produziu uma série de gibis e vídeos temáticos que ensinam, de maneira leve e divertida, conceitos como a origem do dinheiro, orçamento familiar e o funcionamento de compras à vista ou a prazo. Esses conteúdos podem ser acessados no site www.sicredi.com.br/sites/turmadamonica/.

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Isso vai fechar em 20 segundos