Semana ‘Futuro das profissões jurídicas’ vai debater advocacia empreendedora e magistratura

O encontro, promovido pela faculdade Estácio, será online por meio da plataforma Teams, nesta quarta-feira, a partir das 18h30

Com informações da Ascom Estácio | Foto: divulgação

O Centro Universitário Estácio da Amazônia vai realizar dois painéis locais dentro da Semana Acadêmica Nacional de Direito, que este ano discute o ‘Futuro das profissões jurídicas’. O curso de Direito vai receber primeiro a palestra com o juiz do Trabalho, do Acre, Daniel Melo, sobre os desafios e as perspectivas da carreira na magistratura.

O encontro será online por meio da plataforma Teams, nesta quarta-feira, a partir das 18h30, horário de Boa Vista. O segundo encontro será com o presidente da Comissão de Direito Empresarial da OAB, advogado Luís Barbosa Alves Filho. Dessa vez será presencial, na próxima sexta-feira (6), no auditório da Estácio, no bairro União, às 18h30.

As discussões pretendem analisar a ‘Advocacia empreendedora e o marketing jurídico’. Segundo ele, o mercado atual demanda dos profissionais da advocacia privada um novo perfil, que consequentemente terá que ter a veia empreendedora. “O Judiciário se modernizou, as audiências e as petições são todas online, e não existe mais papel. Não existem mais aqueles antigos processos em papel. Como advogado, eu posso empreender e atender um cliente que mora no Rio Grande do Sul. Então, o advogado empreendedor deixou de ser um advogado individual, a pessoa física, e passou a ser uma empresa”, comenta.

Diante disso, as várias formas de se comunicar, especialmente no mundo digital, estão disponíveis para todas as profissões, mas na advocacia quem regulamenta o assunto é a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Recentemente, houve mudança na legislação quanto às regras de mídia social. “E hoje a mais importante delas é a promoção nas redes sociais. Você pode patrocinar uma publicação, desde que esse patrocínio seja de algo coerente, como informar mudança de endereço, por exemplo, eventos da Ordem em que o profissional está”, observa.

Outro ponto que será discutido é quanto aos patrocínios Google Aids, que ele considera um avanço para a classe. “O advogado vai registrar o escritório de advocacia. O cliente quando procurar um advogado criminal, por exemplo, o Google vai direcionar o seu escritório para esse cliente e, com um simples clique, pode acessar o seu endereço, o WhatsApp e etc. É um avanço na advocacia, porque quem está iniciando pode, de certa forma, se tornar conhecido, patrocinando esses sites”, explica.

Semana Ciências Jurídicas

Durante toda essa semana, os alunos de Direito da Estácio de todo país estão acompanhando as atividades presenciais e online do evento. Para quem quiser acompanhar a programação nacional, pode acessar o link da Semana Acadêmica Nacional de Ciências Jurídicas: https://www.even3.com.br/semananacionalccj2022/.

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Isso vai fechar em 20 segundos