Ação ‘Boa Vista Verde’, no Bosque dos Papagaios, busca conscientizar população sobre preservação ambiental

Todos os pedidos tiveram a decisão favorável, com concessão de tutela de urgência.

Por: Marcus Miranda | Foto: Andrezza Mariot

Neste dia 21 de setembro as grandes homenageadas são elas, as árvores, seres tão essenciais para a vida no planeta. Como forma de celebrar a existência dessas criaturas e, acima de tudo, levantar debates e reflexões sobre a preservação ambiental, a Prefeitura de Boa Vista promove nesta terça-feira, 21, no Bosque dos Papagaios, a ação “Boa Vista Verde”.

A ação, feita por meio da Secretaria Municipal de Serviços Públicos e Meio Ambiente (SPMA), prevê a distribuição de 200 mudas de Ipê Amarelo, do gênero Tabebuia, árvore nativa do Brasil. Metade delas já foram entregues aos visitantes que estavam no local durante o período da manhã.

À tarde, a distribuição acontece das 16h às 18h, sendo permitida somente a entrega de uma muda por ‘família’, que resida na mesma casa. A bióloga Thalita Siqueira levou a filha, Mariah, de seis aninhos, para passear e celebrar a data. “Vou plantar essa muda junto com a mamãe. Eu adoro o Bosque, principalmente os bichinhos”, disse Mariah.

Thalita afirmou que, sempre que pode, faz questão de levar a filha em passeios que incluam a natureza. “Achei a iniciativa louvável, tendo em vista que moramos na Amazônia e as crianças, que são nosso futuro, devem ser estimuladas e aprender, desde cedo a ter essa relação com o meio ambiente e cuidar da natureza”, explicou.

Tatiana Lopes levou o pai, de 73 anos, para pegar uma mudinha de ipê. Ele, que mora em um sítio na área rural de Boa Vista, chamou atenção da sociedade para o desrespeito e a importância de cooperar com o meio ambiente. “Estamos vendo, aos poucos, a natureza sofrendo os impactos da ação dos seres humanos. É importante que cada um faça a sua parte, pois sem árvore, sem água, não há vida”, disse.

Conforme o secretário adjunto da SPMA, Alexandre Pereira, essa conscientização é necessária e precisa ocorrer já. “As árvores são o maior patrimônio da nossa cidade e do planeta, pois produzem oxigênio, diminuem a poluição, dão frutos, absorvem CO2 (dióxido de carbono), dão sombra, dentre os inúmeros benefícios para a qualidade de vida das pessoas”, explicou.

Conforme dados do Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD), Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), responsável pelo monitoramento da região, por satélite, em agosto deste ano foram desmatados 1.606 km² de floresta na Amazônia. Esta área desmatada é considerada a maior para o mês, em dez anos.

BOSQUE DOS PAPAGAIOS – Reaberto no início do mês, o Bosque dispõe de trilhas, diversas espécies de árvores, assim como de aves e até uma capivara. O local funciona na Rua Moisés de Souza Cruz, bairro Paraviana, no horário das 8h às 12h e das 14h às 18h, de segunda à sexta-feira e aos sábados e domingos, das 14h às 18h, não abrindo em feriados.

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Isso vai fechar em 20 segundos