Praça do Coreto, no centro, passa por revitalização

Serviços fazem parte do cronograma de manutenção de praças e visam garantir conforto e segurança aos visitantes, além de conservar o local que marcou gerações

Por: Redação | Foto: Diane Sampaio


A Praça Raimundo Soares “Marreta”, no centro, conhecida como Praça do Coreto, está recebendo serviços de revitalização. Em sua estrutura, portas, grades e o telhado receberam reparos e pintura no piso. Os meios-fios e bancos também foram renovados.

A restauração acontece há cerca de uma semana e faz parte do cronograma de manutenção de praças, executado continuamente pela Secretaria Municipal de Serviços Públicos. Conforme o secretário de Serviços Públicos, Thiago Amorim, o conserto da fonte ficará pendente, pois está com o sistema interno bastante comprometido resultado de mau uso por pessoas que usavam para tomar banho e lavar roupas, o que danificou a estrutura.

“A praça do Coreto, além de todos os conceitos sociais, representa nossa herança de tempos onde era utilizada como berço da música e outras manifestações artísticas. Ela permite a integração de todos os elementos da sociedade e esse patrimônio cultural precisa ser preservado por nós”, reforçou a superintendente municipal de Cultura de Boa Vista, Ariane Feitoza.

Os espaços públicos de Boa Vista constantemente passam serviços de recuperação pela administração municipal. Limpeza e jardinagem são realizadas diariamente e as manutenções em bancos, calçadas, lixeiras, iluminação, parques infantis, quadras, e equipamentos de ginástica ocorrem de forma programada, conforme a necessidade e respeitando condições orçamentárias.

Desde o início do ano, em Boa Vista, já receberam reparos em toda a estrutura a Praça do Chefão (Caçari), Praça da Pirâmide; Praça Maria da Penha (Jóquei Clube) e Parque do Rio Branco. Atualmente, as equipes trabalham em melhorias na estrutura da Praça Cabos e Soldados (Caranã), reparo no piso do parque infantil do Ayrton Senna e devem começar, ainda esta semana, na Praça do Aparecida.

Coreto – Desde a sua inauguração em 1963, o coreto marcou gerações, tornando-se ponto de encontro, principalmente, dos amantes da música. O nome da praça homenageia uma ilustre figura que impulsionou a cultura na cidade. Raimundo Soares, o “marreta”, músico talentoso que embalou diversos carnavais na mesma praça que hoje leva seu nome.

Memorial – Na praça, há ainda um memorial em homenagem ao indígena Ovelário Tames, morto em 1988 aos 17 anos, na prisão. Inaugurado em 2006, seguindo recomendação da Organização dos Estados Americanos (OEA), o espaço representa a reparação pela violência sofrida pelo indígena e marca o compromisso pela valorização dos direitos dos povos originários.

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Isso vai fechar em 20 segundos