Psicóloga de Roraima aponta sinais de um relacionamento abusivo

Muitas vítimas não percebem os sinais e a ajuda profissional se torna imprescindível

Por: Bruna Cássia e Isaque Santiago | Foto: Arquivo


Que todo relacionamento não é perfeito todo mundo sabe. Seja entre amigos, familiares ou parceiros. Mas, há diferença entre o “conviver com diferenças” e viver algo nocivo dentro de uma relação.

O Conexão Boa Vista conversou com a psicóloga Maria Cecília Coimbra que alertou sobre os principais sinais de um relacionamento abusivo.

 “É comum em pessoas abusivas apresentar tais sinais: agir de forma desrespeitosa com outras pessoas, demonstrações de ciúmes, fazer chantagens emocionais, iniciar jogos de poder, controlar rotina, roupas e amizades por exemplo”, iniciou.

Além dos sinais verbais, também podem ocorrer violência sexual e violência física, sendo esta a mais comum.

Conforme a psicóloga, a pessoa que está inserida em um relacionamento abusivo dificilmente consegue identificar que vive nessa condição que se torna extenuante e afeta a vida em vários âmbitos.

“Embora não identifique, a vítima sente constante medo de ser ofendida, ou usar ‘a roupa errada’ e ser repreendida. Existem, também, o sentimento de culpa por ser responsabilizada pelo abusador constantemente”, acrescentou.

Quando buscar ajuda profissional

“A vivência de um relacionamento abusivo é extremamente traumática. Nesse contexto, a terapia é forte aliada, pois possibilita à pessoa olhar para si mesma e perceber-se melhor acolhendo as dores e as marcas deixadas”, recomendou a profissional.

Cecília acrescentou que, ao avançar no processo terapêutico, a vítima terá assistência da profissional psicóloga na (re)descoberta dos caminhos que levam ao fortalecimento da autoestima que é deixada em pedaços durante e após um relacionamento abusivo.

“Entre as consequências mais comuns de um relacionamento abusivo estão a ansiedade e depressão. O abuso emocional termina por desintegrar de forma lenta a própria individualidade e valor pessoal”, destacou.

Em casos de violência, é de suma importância que seja denunciado. A vítima pode ligar para o 190 para pedir ajuda da Polícia. Demais informações podem ser obtidas pelo 180.

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Isso vai fechar em 20 segundos