Sesc Roraima abre inscrições para curso gratuito de produção de história em quadrinhos

Inscrições podem ser feitas até 04 de agosto na Sede Administrativa Sesc e Senac

Por: Juliana Dama da Costa | Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

OServiço Social do Comércio de Roraima (Sesc-RR) abriu inscrições para o curso gratuito de produção de história em quadrinhos, ministrado pelo quadrinista, ilustrador e professor de Artes, Rhafa Porto.

As inscrições podem ser realizadas até 04 de agosto na Central de Relacionamento com o Cliente (CRC) da Sede Administrativa Sesc e Senac, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h30. É necessário levar RG, CPF, comprovante de residência ou a Credencial Sesc atualizada em qualquer categoria.

Para participar os interessados devem ter a partir de 9 anos e disponibilidade para frequentar as aulas nas segundas e terças-feiras, no horário das 8h às 10h ou das 16 às 18h. No total, são disponibilizadas 25 vagas. As aulas estão previstas para iniciar dia 07 de agosto e seguem até 07 de novembro , no Sesc Mecejana.

Durante o curso, serão desenvolvidas atividades de conhecimento e produção  de histórias em quadrinhos, desde sua leitura, contextualização histórica e produção prática. Além disso, o curso visa estimular e despertar a criatividade artística do aluno, por meio de desenhos e criação de histórias desse gênero textual, utilizando diversos tipos de materiais. Mais informações podem ser consultadas com o setor de Cultura do Sesc-RR pelo WhatsApp: (95) 98403-4624.

CONHEÇA O INSTRUTOR

Rhafael Porto Ribeiro (Rhafa Porto) é formado em Artes Visuais e Mestre em Comunicação pela Universidade Federal de Roraima (UFRR). Rhafa é um dos criadores do Coletivo Lavrado de Quadrinhos e Feira de Quadrinhos de Roraima, e organizador do Aniraima, evento cultural Geek que reúne fãs da cultura pop. Dentre seus trabalhos publicados está a série “A tribo da justiça”, HQ de super-heróis que vivem na cidade de Boa Vista, na qual usa elementos característicos da região de uma forma sutil, seja pela linguagem, trajes ou o próprio contexto.  

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Isso vai fechar em 20 segundos